Na Mídia

Nota do Multicampeão sobre a punição à Torcida Geral do Grêmio

O Ministério Público e o Juizado do Torcedor voltam a desapontar a torcida gremista, a maior e mais vibrante do Estado. A nova punição imposta à Torcida Geral do Grêmio – desprezando os mais elementares princípios jurídicos – demonstra, sobretudo, clara falta de bom senso.

É o recado duro dos agentes públicos que deveriam acima de tudo zelar pela harmonia e paz nos estádios de futebol, ambiente dominado pela paixão, combustível para ações nem sempre as mais adequadas, mas que podem ser administradas se houver equilíbrio, diálogo e isenção, nunca provocação.

Para quem deveria lutar por menos violência no futebol e mais aceitação das diferenças, a punição à uma torcida por motivo tão insignificante e num contexto de belicosidade latente e pulsante, soa como provocação ou, quiçá, vendeta pela exposição pública do tema nos últimos dias e da evidente circunstância de que o princípio da territorialidade impõe à solução do caso.

Os fatos punidos ocorreram no exterior e a pretensão internacionalista da jurisdição do juizado especial não encontra guarida no ordenamento jurídico pátrio.

A ação exacerbada e desproporcional dos responsáveis pelo Juizado do Torcedor, inclusive por meio de discussão nos meios de comunicação sobre o caso, pessoalizado-o, a toda evidência, impõe pensar sobre a necessidade de arguição de suspeição dos envolvidos.

Diante disso, o Movimento Grêmio Multicampeão empresta a sua solidariedade à Torcida Geral do Grêmio e empenha sua plena confiança de que o Departamento Jurídico do Clube irá reverter a decisão por meio do devido processo legal.

Movimento Grêmio Multicampeão

Evandro Krebs: com o Grêmio onde o Grêmio estiver

Artigo publicado na Zero Hora (17/02/2016)

É sob um clima de preocupação e alguma desconfiança que o Grêmio estreia hoje na Libertadores 2016, no México. Muito distante de nós, torcedores, que, se pudéssemos, até a pé nós iríamos para ajudar o time a vencer o Toluca.

O resultado negativo contra o São José nos deixou um tanto abalados, desconfiados, mas nós, gremistas, nunca nos vergamos. Estaremos com nossos jogadores e com o técnico Roger Machado em cada lance, em cada disputa de bola, em cada conclusão a gol.

Já estamos recuperados e confiantes na vitória. Temos time para começar conquistando três pontos. Este é o melhor time que foi possível construir diante da situação financeira crítica do clube, fato que muitos relevam na hora da raiva e de manifestar sua revolta no campo ou nas redes sociais, sentimentos legítimos, mas que não podem ganhar maior amplitude.

Não podemos nunca esquecer que esse time que vai enfrentar o Toluca é o NOSSO time. Tudo o mais não importa agora. Os questionamentos a uma eventual falta de qualidade em determinadas posições são absolutamente dispensáveis e, mais do que isso, completamente inúteis. Os jogadores estão aí e é, com eles, que o Grêmio vai brigar pelo Tri da América.

Todos nós sabemos que a equipe tem alguns problemas técnicos, individuais e coletivos, o que acontece, aliás, na imensa maioria dos clubes, com exceção dos Barcelonas da vida. O importante é que o Grêmio, o NOSSO Grêmio, está na Libertadores da América, uma posição almejada por muitos e alcançada por uns poucos. Pensem nisso.

Quem não quiser ajudar, que não atrapalhe! A hora é de união de forças, de energia, não de contestação ao que está consumado. Para torcer contra já tem bastante gente nas imediações…

Um olhar mais atento pelo retrovisor da história indica que muitos times campeões eram contestados no início de suas caminhadas rumo ao título. Superaram os obstáculos, inclusive os colocados por torcedores menos tolerantes, e hoje são, justamente, festejados, e até mitificados. É curioso constatar que jogadores então criticados, definidos como toscos e insuficientes, passaram a ser quase endeusados após um grande título obtido.

Enfim, temos um time para torcer na Libertadores — o que é para poucos — e uma direção séria, que está enfrentando inúmeras dificuldades, mas que ainda assim consegue nos oferecer a esperança da retomada dos grandes títulos.

Como a maior parte da torcida, reconheço as dificuldades e o grande desafio, mas acredito no trabalho que está sendo desenvolvido e não tenho dúvida de que Roger e seus comandados saberão honrar e dignificar esse manto sagrado, a gloriosa camisa azul, branca e preta.

MATÉRIA PUBLICADA NO DIÁRIO DE CANOAS

Eles querem o sócio no centro das decisões.

Contando com representantes de 26 municípios gaúchos, a Chapa 4, Juntos Pelo Sócio, tem 14 canoenses na lista de 180 candidatos ao Conselho Deliberativo do Grêmio. Conforme o cônsul do Tricolor na cidade, Maichel Mattiello, a chapa é resultado da fusão de três grupos – Grêmio Sempre, Sócios Livres e Grêmio Multicampeão – e conta com o apoio do presidente do clube, Fábio Koff. “Nosso objetivo é colocar o associado no centro das decisões do clube”, afirma.

Entre as ideias apresentadas pela Chapa 4 estão a transparência quanto à destinação dos recursos do clube, recuperação de sócios inativos, novas modalidades para associação e mandato de quatro anos para presidente.

Além de Mattiello, os outros canoenses que concorrem pela chapa são: Rodrigo Teixeira da Silva, Wagner Gorski, André Lucca, Gilberto Foppa, Alexandre Mayer Cesar, Jorge Antônio Fragoso dos Santos, Renato Antônio Scolari, Rafael da Rocha Huttner, José Heraclides Silva, Daison Rafael Placido, Cristiano Krentz, Melchiades Hertcert Neto e José Paulo Klein. (matéria publicada no jornal Diário de Canoas em 03/07/13)

GRÊMIO MULTICAMPEÃO NA RÁDIO PAMPA AM 970

Na quarta-feira(12/10) participamos do Programa do Ricardo Vidarte na Pampa AM 970.

Começamos a mostrar a cara do nosso Movimento, levando nossas ideias simples e objetivas para mudar nosso Clube.

A repercussão foi enorme, mais Gremistas se uniram ao nosso Objetivo que é fortalecer o Gremio Multicampeão levando nossas ideias de Profissionalização e Transparência que tanto faltam ao clube.

Cabe um agradecimento especial ao Jornalista e idealizador do Programa, Sr Ricardo Vidarte, que nos deixou muito à vontade e salientou que as portas estão abertas para o Grêmio Multicampeão.

O caminho que devemos percorrer será dificil, porém cada dia mais Gremistas se juntam provando que podemos sim mudar nosso GRÊMIO.

MOVIMENTO GRÊMIO MULTICAMPEÃO