Pesquisa do Ibope “some” com quase dois milhões de gremistas no país

Os erros grosseiros cometidos por institutos de pesquisas eleitorais acendem mais uma vez um sinal de alerta.

Até que ponto elas são realmente levantamentos sérios, confiáveis? No primeiro turno, institutos apresentaram alguns equívocos e distorções incompatíveis com a expertise e responsabilidade que o trabalho exige.

É inquestionável que se faz necessária uma maior fiscalização na verificação da metodologia aplicada e das técnicas utilizadas na coleta de dados.

E isso vale para qualquer tipo de averiguação, inclusive para aquelas que apontam o número de torcedores de cada clube no país. Divulgada no final de agosto, em meio a pesquisas eleitorais, a 5ª Pesquisa Lance!-Ibope sobre as torcidas de clubes de futebol passou praticamente ignorada.

Como normalmente há pouca diferença entre uma e outra pesquisa – o Flamengo se mantém firme como um rochedo na liderança, sempre seguido de pelo Corinthians -, pouca atenção foi dedicada ao trabalho do instituto. O que é um erro!

Nós do MOVIMENTO GRÊMIO MULTICAMPEÃO consideramos que os clubes devem ficar muito atentos a essas pesquisas que a cada ano mais consolidam os clubes do eixo Rio-São Paulo na ponta de cima, o que é, em alguns casos, questionável.

É importante prestar atenção porque são dados como os obtidos nesses levantamentos que contribuem para a conquista de bons patrocínios e também para a TV destinar mais ou menos recursos a cada clube e maior presença nas transmissões por canal aberto.

A lógica é clara: mais torcida, mais verba; mais torcida, mais jogos na TV aberta. Flamengo e Corinthians são campeões em transmissões na TV – alcançando o grande público – e isso ajuda os dois clubes a conquistar mais torcedores.

GRÊMIO e Inter, normalmente, só aparecem em canal fechado. A tendência, a continuar assim, é que Flamengo e Corinthians aumentem ainda mais a diferença em relação aos demais clubes, porque seus jogos são os mais veiculados para o grande público.

Segundo a pesquisa de agosto, o Flamengo tem 16,2%, enquanto o clube paulista aparece com 13,6%. Juntos, somam 60 milhões de torcedores. O São Paulo é o terceiro, bem abaixo, com 6,8%, seguido de Palmeiras Vasco, Atlético MG e Cruzeiro.

O GRÊMIO ocupa o 8º lugar, com 3%, ou seja, 6 milhões de torcedores no país. O co-irmão está em 9º com 2,8%, seguido pelo Santos, que ficou com 2,4% e ocupa a 10ª posição.

Agora, o que mais impressiona nessa pesquisa, impressiona tanto que a coloca sob suspeita é o fato de que em 2010, na quarta pesquisa, o GRÊMIO era 6º colocado no ranking, com 7,7 milhões de torcedores. Quatro anos depois, o clube surge com 1,7 milhão de torcedores a menos. É gente demais para ‘desaparecer’ sem deixar vestígios.

Um número elevado demais para ser verdadeiro, ainda mais quando se sabe que a fidelidade é marca registrada de qualquer torcedor de futebol.

Então, há algo de estranho nessa pesquisa, que conseguiu sumir com quase 2 milhões de gremistas – praticamente a população de Porto Alegre – assim sem qualquer explicação. É um feito e tanto.

Cabe à direção do Grêmio conferir de perto os critérios utilizados pelo instituto, que tem a obrigação de explicar o que foi feito de tantos gremistas, que, assim, num passe de mágica, simplesmente sumiram das planilhas do Ibope.

Um absurdo que não pode ficar sem explicação!

MOVIMENTO GRÊMIO MULTICAMPEÃO

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *